segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Matos de Comer: Capuchinha

As plantas alimentícias não convencionais (PANC) são plantas que a maioria de nós não comemos, ou por falta de conhecimento, ou mesmo costume. Portanto, são plantas alimentícias que poderíamos consumir, mas não consumimos.

Incluem assim uma vasta gama de matos de comer ou hortaliças. Ainda, frutas silvestres e cultivadas em vários lugares; alguns tipos de grãos, vagens, feijões e cereais.

O interesse crescente por essas plantas não está somente em suas características nutricionais, mas também em sua valorização, sendo que as mesmas sofrem um sério risco de desaparecerem. Ainda, auxilia na valorização da nossa diversidade nativa, popularizando o seu uso em determinadas regiões.

Da serie Matos de comer, a sexta planta a ser citada é a: Capuchinha


Planta ornamental e rasteira, a capuchinha é muito utilizada na alimentação em diversos países. Com flores das mais diferentes cores e folhas arredondadas, seu sabor é picante e lembra o agrião.

Suas folhas podem ser usadas em saladas, omeletes e tortas.

Suas flores, que são ricas em carotenoides e vitamina C, são bem versáteis e famosas na cozinha, combinando com saladas, carnes e queijos.


Seus frutos também podem ser usados, podendo transforma-los em picles.

Para o seu cultivo não são necessários muitos cuidados. Para o plantio basta pegar uma muda ou um galho e colocá-lo em terra úmida. Ela não é exigente quanto à adubação, mas gosta de umidade no solo, por isso deve-se garantir que o mesmo não fique seco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário